sexta-feira, 30 de junho de 2017

PARABÉNS ISRAEL, SIONISTAS, JUDEUS, ISRAELITAS E AMIGOS - O MURO DAS LAMENTAÇÕES MERECE TAMBÉM ESTA EXCELENTE INICIATIVA


JERUSALÉM
O Muro das Lamentações vai ter um teleférico. Mas nem todos estão contentes
30/5/2017, 13:27

O Governo de Israel está a preparar um teleférico para chegar ao Muro das Lamentações. O objetivo é ligar Jerusalém à zona oriental da cidade. Mas a ONU já recebeu um pedido para travar o projeto.
Partilhe



No total, a infraestrutura vai ter 1.4 quilómetros e vai custar 50 milhões de euros

ABIR SULTAN/EPA

Autor
Observador
Email

Mais sobre
CONSTRUÇÃO
ISRAEL
JERUSALÉM
NAÇÕES UNIDAS
ECONOMIA
MÉDIO ORIENTE
MUNDO


O Governo de Israel está a planear a construção um teleférico para chegar ao Muro das Lamentações. O objetivo é ligar a capital Jerusalém à zona oriental da cidade. Mas a decisão não convenceu a Autoridade Nacional Palestiniana, que já dirigiu um pedido de intervenção da ONU.

A decisão foi tomada no domingo pelo Governo de Benjamin Netanyahu durante o Conselho de Ministros e pretende criar uma ligação entre o Muro das Lamentações e a estação de comboios First Station, na Cidade Antiga de Israel. No total, a infraestrutura vai ter 1.4 quilómetros e vai custar 50 milhões de euros.


A ligação terá quatro estações, avançou o World Israel News: a Praça David Remez, Abu Tor, Monte Sião e Dung Gate. O teleférico tornarámais fácil aceder ao Muro das Lamentações, já que atualmente só é possível fazê-lo através de caminhos estreitos, sinuosos e sempre cheios de pessoas.

A reunião de ministros aconteceu mesmo nos túneis do Muro das Lamentações, um local mítico e com grande significado para os judeus. Com este projeto, o Governo de Israel pretende “reunificar” a cidade com o lado oriental.

No entanto, este não é um projeto consensual. Na verdade, a Autoridade Nacional Palestiniana já avançou com uma queixa para o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas e pediu para que o projeto seja travado. Em causa está aquilo a que chama de uma “judaização” de Jerusalém Oriental e diz que o teleférico irá perturbar qualquer tentativa de paz entre Israel e Palestina. O plano levanta também questões relativamente à construção de pilares gigantes a serem construídos a uma curta distância dos locais mais religiosos daquela região.

O teleférico irá transportar 10 passageiros em cada uma das 40 cabines que se movimentarão a 21 km/h. O projeto deverá estar em 2021. Semanalmente, o Muro das Lamentações recebe 130 mil visitantes.