segunda-feira, 10 de julho de 2017

Parabéns ao Netanyahu por sua posição clara e firme, à Israel e ao Tsahal por este grande comandante e companheiro sionista dedicado ao povo judeu e aos povos amigos da Terra. Mas o assunto só terá correto desfecho com Israel anexando definitivamente toda Síria e invadindo o Irã em seu território para presentear aos iranianos a possibilidade de fazerem e viverem escolhas. Os antissemitas e anti-sionistas do mundo e do Brasil ainda são consciências que podem ser recuperadas para um pensamento lúcido acerca da vida. Creiamos nisso. Nos esforcemos por isso.


Israel espera que suas exigências na trégua síria sejam respeitadas
© REUTERS/ Petros Karadjias/Pool
ORIENTE MÉDIO E ÁFRICA
08:04 09.07.2017(atualizado 08:10 09.07.2017)URL curta
422397519
Israel espera que a Rússia e os EUA analisem e tomem em conta a sua posição de que a instalação de forças iranianas na Síria, no âmbito do armistício nas regiões do sudoeste do país, é inadmissível, afirmou o premiê israelense, Benjamin Netanyahu.


O chefe do governo de Israel afirmou que nesta semana já discutiu este assunto pelo telefone com o presidente russo, Vladimir Putin, e o secretário de Estado americano, Rex Tillerson.

"Ambos me disseram que compreendem a postura israelense e vão considerar as nossas demandas", disse o político no decurso da reunião do gabinete.



© AFP 2017/ AHMAD GHARABLI
Fonte: Israel é contra presença militar russa no sul da SíriaMais cedo, o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, em entrevista coletiva, confirmou que Putin e Trump estavam prontos para anunciar um acordo de cessar-fogo no sul da Síria a partir de hoje (9).

Netanyahu adiantou que saúda o cessar-fogo nos territórios fronteiriços da Síria caso este não ajude a incentivar as forças pró-iranianas.

"Israel vai aprovar o verdadeiro cessar-fogo na Síria, porém, este não deve levar à consolidação das forças iranianas ou as dos seus satélites na Síria, em geral, e no sul da Síria, em particular", resumiu.

https://br.sputniknews.com/oriente_medio_africa/201707098826150-israel-netanyahu-cessar-fogo-siria-ira/